ECLIPSE TOTAL COM PANCADAS DE CHUVAS

116

Mais uma noite na lua
Como poucas na vida
Deitei-me na grama
Olhando pra cima
À ver como o astro
Aos poucos enegrece

Pensava em como era
Mais um dia mau na Terra
Como diariamente acontece.
De repente mudou o clima
Nuvens espessas e escuras
Descortinaram sobre minhas agruras

Entristeci em não mais ver da Luna seu sumiço
Será que nem onde não está o humano
Não podemos contemplar plena beleza?
Mas gotas de chuva tocaram meu rosto
Trazendo recado de relâmpagos e trovoada
Que a mais densa tristeza pode ser desarmada

Assim como ‘do nada’ tudo mudou
O que era para ser um evento raro
Se transformou numa noite de esperança
Será que serenar e parar de andança
É o que fazemos melhor quando
não podemos promover mudança?

Lucianno Di Mendonça ©

Créditos da imagem: meu amigo @mineirojiujitsu. Fotógrafo e professor de Jiu Jitsu em Goiânia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s